Programação:
Home Blog Page 19

Grêmio dá um sapeca iaiá no Santos em plena Vila Belmiro

0
Luan abriu o caminho da vitória gremista na Vila Belmiro (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
Luan abriu o caminho da vitória gremista na Vila Belmiro (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Repórter Rafael Passos

Com três gols no segundo tempo, o Grêmio venceu o Santos por 3 a 0 neste sábado (21), na Vila Belmiro, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. O tentos tricolores foram marcados por Luan, Pepê e Everton.

O triunfo foi o terceiro seguido do Grêmio (Cruzeiro, Goiás e Santos), que subiu para a sétima posição, com 31 pontos, a dois da zona de classificação para a Copa Libertadores. Já o Santos conheceu a sua segunda derrota em três jogos (empatou com o Athletico-PR e perdeu para Flamengo e Grêmio) e permanece em terceiro lugar, com 37 pontos.

Pela 21ª rodada, o Tricolor volta a campo na quinta-feira (26), às 20h, diante do Avaí na Arena, enquanto o Peixe vai ao Maracanã enfrentar o Fluminense no mesmo dia e horário.

Santos 0 x 3 Grêmio
Ficha Técnica
Local: Vila Belmiro, em Santos (SP)
Arbitragem: Paulo Roberto Alves Júnior (PR), auxiliado por Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael (PR) Trombeta (PR).
VAR: Adriano Milczvski (PR), AVAR 1: José Mendonça da Silva Junior (PR) e Luciano Roggenbaum (PR).
Gols: Luan 9´ 2T, Pepê 42´ 2T e Everton 47´ 2T.
Cartões amarelos: Jorge Sampaoli e Soteldo (SFC); Grêmio: Diego Tardelli, Michel e Everton (GRÊ).
Público 10.898 presentes/Renda: R$ 476.877,00

Santos: Everson; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Luiz Felipe (Felipe Jonatan) e Jorge; Alison, Diego Pituca e Carlos Sánchez (Venuto); Marinho (Uribe), Soteldo e Eduardo Sasha. Técnico: Jorge Sampaoli.

Grêmio: Paulo Victor; Galhardo, David Braz, Kannemann e Cortez (Juninho Capixaba); Matheus Henrique, Michel e Luan (Pepê); Alisson, Everton e Diego Tardelli (Thaciano). Técnico: Renato Portaluppi.

Esse texto que você está lendo tem o apoio de Centro Esportivo Rodrigo Mendes

Fabi Simões marca hat-trick e Inter goleia o Grêmio no Gauchão Feminino

0
Jogadora do Inter e da Seleção, Fabi Simões marcou três gols na goleada colorada no Grenal (Foto: Mariana Capra/Internacional)
Jogadora do Inter e da Seleção, Fabi Simões marcou três gols na goleada colorada no Grenal (Foto: Mariana Capra/Internacional)

Repórter Rafael Passos

No primeiro clássico Grenal válido pelo Gauchão Feminino 2019 deu Internacional. Na tarde deste sábado (21), as Gurias Coloradas golearam as Gurias Gremistas por 4 a 0, no Estádio do SESC, em Porto Alegre (RS). O triunfo colorado foi construído com três gols de Fabi Simões, o famoso hat-trick ou tripleta, e por Julia.

O resultado deixa as Gurias Coloradas na liderança isolada do Gauchão Feminino, com nove pontos em três jogos, enquanto as Gurias Gremistas ocupam a 2ª colocação, com seis. Na 4ª rodada rodada, o Inter encara o Brasil de Farroupilha, nas Castanheiras, no próximo domingo (29), às 15h. A próxima partida do Grêmio seria contra o Atlântico FC, no Estádio Vieirão, porém, o time de Erechim desistiu da competição devido a problemas financeiros. Com isso, as tricolores só voltam a jogar no dia 6 de outubro contra o João Emílio, em Candiota.

Com a desistência do Atlântico FC, a competição agora é disputada por cinco clubes que jogarão em turno e returno na fase de grupos. Se classificam para as semifinais os quatro primeiros classificados. A semifinal será disputada em jogo único e com cobrança de pênaltis, caso persista o empate durante os 90 minutos. Já a final, assim como a disputa do terceiro lugar, também segue os mesmos moldes da semi, mas com possibilidade de prorrogação antes das penalidades máximas. A grande decisão pelo título será disputada em Ijuí.

O primeiro tempo começou com disputas acirradas, como em todo clássico Grenal. Aos poucos, o Inter foi apertando a marcação na saída de bola das gremistas, o que deu resultado, aos 14 minutos, com primeiro gol de Fabi Simões. A atleta colorada, que vestiu a camisa da Seleção Brasileira no Torneio Internacional, em agosto, chutou de fora da área e mandou a bola no canto direito da goleira Lorena para abrir o placar. Quase no final do primeiro tempo, aos 42, a camisa 11 recebeu na entrada da área, driblou a marcação e concluiu também na direita para ampliar o escore para 2 a 0.

No segundo tempo, o Inter marcou mais dois e fechou a goleada. Aos 22, Fabi Simões marcou seu terceiro tento após a saída errada da goleira Lorena, que saiu da área para tentar afastar o perigo, mas errou em bola. Com a meta aberta, Fabi só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. 3 a 0. Nos acréscimos, 48 minutos, Jheniffer finalizou no canto esquerdo,  Lorena defendeu parcialmente, Julia aproveitou o rebote e deu um lindo toque por cima da goleira fechando o placar em 4 a 0.

Grenal recebeu cerca de 1 mil torcedores, que doaram 625 kg de alimentos (Fotos: Rafael Passos)

Internacional 4 x 0 Grêmio
Ficha Técnica
Local: Estádio do SESC, em Porto Alegre (RS)
Arbitragem: Matheus Costa, auxiliado por Estefani Estrela da Rosa e Taís Regina Ruver. Delegada: Vera Pavani.
Gols: Fabi Simões 14´ 1T, 42´ 2T e 22´ 2T, Julia 48´ 2T
Cartão amarelo: Carol Gomes (INT)

Internacional: Yasmim; Leidi, Bruna Benites, Sorriso e Carol Gomes (Ari); Kika (Thessa), Mariana Pires (Julia) e Moretti (Nana); Fabi Simões (Queila), Shasha e Luana Spindler (Jheniffer). Técnico: Maurício Salgado.

Grêmio: Lorena; Geo (Jissele), Bruna Flôr, Bicê (Marisa) e Juju e Gabizinha; Byah (Lore), Pri Back, Katrine (Eudimilla), Juliana; Karol Lins (Andressinha) e Karina (Marta). Técnica: Patrícia Gusmão.

Esse texto que você está lendo tem o apoio de Lealinfo 

Seleção Brasileira goleia o Chile na 3ª rodada da Liga Sul-Americana

0
Seleção Brasileira goleou o Chile por, 5 a 0, pela 3ª rodada da Liga Sul-Americana (Foto: Conmebol)
Seleção Brasileira goleou o Chile por, 5 a 0, pela 3ª rodada da Liga Sul-Americana (Foto: Conmebol)

Repórter Rafael Passos

A Seleção Brasileira Feminina Sub-20 conquistou a sua terceira vitória na Liga Sul-Americana Sub-19. Nesta sexta-feira (20), o Brasil goleou o Chile, por 5 a 0, pela 3ª rodada da Liga Sul-Americana. O torneio de desenvolvimento é organizado pela CONMEBOL e está sendo disputado no Estádio Julio Humberto Grandona, casa do Arsenal de Sarandí, na Argentina.

Brasil 🇧🇷 5×0 🇨🇱 Chile
⚽️Duda 43′ 1T
⚽️Nycole 2′ 2T
⚽️Duda 4′ 2T
⚽️Micaelly 12′ 2T
⚽️Nycole 23′ 2T

O triunfo sobre Las rojas foi o terceiro das meninas brasileiras no campeonato. Treinadas por Jonas Urias, as Gurias venceram nas rodadas anteriores o Uruguai, por 6 a 1, e a Bolívia, por 9 a 0. A camisa 9 Nycole, do Benfica, é a artilheira do Brasil na Liga Sul-Americana, com seis gols. Outro destaque brasileiro é a camisa 10 Duda, jogadora do Cruzeiro, que chegou a cinco gols no torneio.

Diante do Chile, o Brasil foi a campo com: Nicole, Juliana, Isadora, Camila e Gisseli (Vitória Bruna); Angelina (Miriam), Vitória Yaya (Flavia), Duda (Raquel) e Micaelly; Jaqueline e Nycole.

Duda, a camisa 10 da Seleção Brasileira marcou dois gols na goleada sobre o Chile (Foto: Conmebol)
Duda, a camisa 10 da Seleção Brasileira, marcou dois gols na goleada sobre o Chile (Foto: Conmebol)
Uruguai venceu a Bolívia pela 3ª rodada da Liga Sul-Americana (Foto: Conmebol)
Uruguai venceu a Bolívia pela 3ª rodada da Liga Sul-Americana (Foto: Conmebol)

Na próxima rodada, a Seleção enfrenta a Argentina neste sábado (21), às 15h45min, no encerramento do torneio. Na outra partida do dia, o Uruguai bateu a Bolívia, por 3 a 1, com gols de Antonella Ferradans (2x) e Micaela Domínguez, para as uruguaias, e Alurralde, para a Bolívia. Também no sábado, a equipe Celeste encara o Chile, às 13h30min.

O Brasil está no Grupo Sul, ao lado de Argentina, Bolívia, Chile e Uruguai. A outra chave da competição, o Grupo Norte, é composta por Equador, Colômbia, Peru, Venezuela e Paraguai. As líderes de cada chave e a melhor segunda colocada disputarão um triangular final, ainda sem data. O torneio é uma preparação para o Sul-Americano Sub-20, que acontece em 2020.

Esse texto que você está lendo tem o apoio de Centro Esportivo Rodrigo Mendes

Gauchão Feminino 2019 – 3ª rodada

0

Repórter Rafael Passos

Sábado, 21/9
SESC Campestre – Porto Alegre – 15h
Internacional x Grêmio
Arbitragem: Matheus Costa, auxiliado por Estefani Estrela da Rosa e Taís Regina Ruver. Delegada: Vera Pavani.

Domingo, 22/9
Eucaliptos, Canoas – 15h
Oriente x Brasil de Farroupilha
Arbitragem: Geisson Garcia, auxiliado por Matheus Costa Leite e Jeissyevan Gonçalves. Delegado: Frederico Lopes.

Esse texto que você está lendo tem o apoio de Centro Esportivo Rodrigo Mendes

Athletico-PR vence o Internacional novamente e conquista a Copa do Brasil

0
Athletico-PR ergueu a taça da Copa do Brasil pela 1ª vez na história (Foto: Miguel Locatelli/Site Oficial)
Athletico-PR ergueu a taça da Copa do Brasil pela 1ª vez na história (Foto: Miguel Locatelli/Site Oficial)

Repórter Rafael Passos

Título da Copa do Brasil é o quarto título nacional da Athletico-PR (Foto: Miguel Locatelli/Site Oficial
Título da Copa do Brasil é o quarto título nacional da Athletico-PR (Foto: Miguel Locatelli/Site Oficial

Léo Cittadini abriu o placar para o Furação na final da Copa do Brasil (Foto: Miguel Locatelli/Site Oficial)

Internacional 1 x 2 Athletico Paranaense
Ficha Técnica
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (FIFA-SP) e Bruno Raphael Pires (FIFA-GO): VAR: Braulio da Silva Machado (FIFA-SC), AVAR 1: Emerson Ferreira (MG) e AVAR 2: Leone Carvalho Rocha (GO).
Gols: Nico López 30´ 1T (INT); Léo Cittadini 23´ 1T e Rony 51´ 2T (CAP).
Cartões amarelos: Nico López, Moledo e Bruno (INT); Wellington e Marco Ruben (CAP).
Público: 44.804 pagantes (50.355 presentes)/Renda: R$ 2.742.150,00.

Internacional: Marcelo Lomba; Bruno (Nonato), Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Patrick (Rafael Sobis); Wellington Silva (Guilherme Parede), Nico López e Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann.

Athletico Paranaense: Santos; Khellven (Madson), Bambu, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Léo Cittadini (Lucho González); Nikão, Rony e Marco Ruben (Marcelo Cirino). Técnico: Tiago Nunes.

Esse texto que você está lendo tem o apoio de Lealinfo 

Copa Seu Verardi – 6ª rodada

0
A Copa FGF 2019 leva nome de Antônio Carlos Verardi, ex-supervisor do Grêmio, morto em abril, aos 84 anos.
A Copa FGF 2019 leva nome de Antônio Carlos Verardi, ex-supervisor do Grêmio, morto em abril, aos 84 anos.

Repórteres Rafael Passos e Felipe Cardoso

Grupo A

Sábado, 14/9
Arena Cruzeiro – 15h
Cruzeiro 1 x 2 Bagé
Julio Cesar 42′ 1T (CRU)
Léo Bahia 24’ 2T (BAG)
Wallan 44′ 2T (BAG)

Foto: José Haag
Foto: José Haag
Foto: Luiz Argimon/Jornal Minuano
Foto: Luiz Argimon/Jornal Minuano

Foto: Luiz Argimon/Jornal Minuano
Arbitragem: Rafael Klein, auxiliado por Conrado Bitencourt Berger e Gibran Veloso Teixeira. Delegada: Lilianne Cardoso de Salles.

Cruzeiro: Wellerson; Fabricio, Benhur Mafini, Feliphe Gabriel e Ivan; Ben-Hur Jardim (Douglas), Julio Cesar, Leo Pra (Vaguinho), Eduardo, Janderson (João Pedro) e Lucas Coelho. Técnico: Fernando Agostini.

Bagé: Vandré; Dênis, Emílio, David e Ednei; Cristian, Moisés Baiano, Rogerinho, Fernandinho, Vinícius e Léo Bahia. Técnico: Rinaldo Lopes Costa (Badico).

Segunda-feira, 15/9
Cristo Rei – 15h
12 Horas 2 x 0 União Harmonia
Nonno 6′ 1T
Michel 8′ 1T

Foto: Reprodução/MyCujoo.tv
Foto: Reprodução/MyCujoo.tv

Arbitragem: Antonio Barreto, auxiliado por Rodrigo Silveira de Vargas e João Marcello Bonotto de Freitas.

12 Horas: Leonardo, Thiago, Igor, Rogério e Emerson; Jaílson, Lucas, Alysson, Nonno e Michel; Wesley. Técnico: Jurandir Oliveira Da Silva.

União Harmonia: Bruno Itararé; Marcelo, Carlos, Diego e Lorenzo; Ângelo, Richard, Leone, Lucas e Douglinhas; Capão. Técnico: Alexandre Viana Antonio.

Folga: Pelotas

Grupo B

Sábado, 14/9
Morada dos Quero-Queros – 11h
Internacional 2 x 0 Novo Horizonte
Keslley 4′ 1T
Victor Leandro 10′ 1T

Colorado superou o Novo Horizonte na Morada dos Quero-Queros, em Alvorada (Foto: Leonardo Fister/Internacional)

Arbitragem: Francisco Dias, auxiliado por Gustavo da Silva e Daniel Gomes Fraga. 4° árbitro: Everton Bock. Delegada: Vera Pavani.

Internacional: Carlos Miguel, Gustavo França (Leandro Cordova), José Vitor, Leocovick e Raphael Santos (Adriel); Jéferson, Juliano Fabro (Edson Carvalho) e Da Silva; Victor Leandro, Pedro Ramos (Patrick) e Keslley (Netto). Técnico: Ricardo Colbachini.

Novo Horizonte: Luiz Henrique; Iago, Paulo, Kelven e Bruno; Michael, Luiz, Cabeça, Maxsuel, Ariel e Yan Petter. Técnico: Fabiano da Silva Veiga.

Domingo, 15/9
Estádio do Vale – 15h
Novo Hamburgo 1 x 2 Aimoré
Luan Santos 3′ 2T (NH)
Alan Calbergue 48′ 1T (AIM)
Leandro Canhoto 33′ 2T (AIM)

Foto: Índio Capilé
Foto: Índio Capilé
Foto: Adilson Germann
Foto: Adilson Germann

Arbitragem: Marcus Vinícius Gonçalves, auxiliado por Henrique Soares Coromberk e Eduardo Rachelle Boaz.

Novo Hamburgo: Lauro (Max); Lessa (Camargo), Luan Menegaz (Samuel), Kesley e Jaime; Danilo Goiano, Kaio (Rodrigo Paraguaio), Dionathan e Bruno Vidal (Guto); Saldanha e Luan Santos. Técnico: Gilmar Iser

Aimoré: Luis Cetin; Jean, Pablo (Douglão), André e Márcio Goiano; Régis (Willian), Sampson (Leandro Canhoto) e Germano; Anderson Canhoto, Alan Calbergue (Matheus Lagoa) e Matheus Rodrigues (Rhayner). Técnico: PC de Oliveira.

Folga: Real SC

Grupo C

Terça-feira, 17/9
Centenário – 15h30
Caxias 3 x 0 Avenida
Michel 13´ 1T
Michel 28´ 1T
Laércio 10´ 2T

Foto: Vitor Soccol/Dinâmica Comunicação
Foto: Vitor Soccol/Dinâmica Comunicação
Foto: Júlio Mello/Avenida/Divulgação
Foto: Júlio Mello/Avenida/Divulgação

Arbitragem: Flávio Fernandes, auxiliado por Renan Ramos e Adalberto Dalla Vecchia.
Gols: Michel 13´ 1T e 28´ 1T, Laércio 10´ 2T
Cartões amarelos: Guilherme Amorim (CAX); Flávio Torres (AVE)
Cartão vermelho: Bindé (AVE)

Caxias: André; Guilherme Amorim, Laércio, Jean e Eduardo Diniz; Marabá, Juliano, Tássio (Marquinhos) e Vinícius Baiano (Andrews); Michel (César) e Márcio Jonathan (Denilson). Técnico: Rafael Lacerda.

Avenida: Fabiano Heves; Bindé, Luís Henrique, Claudinho e Márcio (Cássio); Felipe Manoel (Índio), Marcos Paraná (Carlinhos), Alexandre (Felipe Tchelé) e Elias (Erick); Leleco e Flávio Torres. Técnico: China Balbino.

5ª rodada
Domingo, 15/9
Arena Alviazul – 11h
Lajeadense 2 x 2 São José
Mateus 32′ 1T (LAJ)
Nilo 37′ 1T (LAJ)
Tiago Pará 35′ 1T (SJ)
Rafael Tavares 35′ 2T (SJ)

Foto: Daniel Bortolini/Lajeadense Midias
Foto: Daniel Bortolini/Lajeadense Midias
Foto: São José/Divulgação
Foto: São José/Divulgação

Arbitragem: Marcelo Cavalheiro, auxiliado por Cleber Gilmar Torres e Vitor Alberto de Castro.

Lajeadense: Vitor; Igor, Renan, Nilo e Mateus; Naílson, Roger (Mano), Marquinhos (Max), Benia (Allan Patrick), Ariel (Dal Pian) e Wallace (Ebere). Técnico: Wallace Lemos.

São José: Fábio; Márcio, Goiano, Lucão e Dudu Mandai (Marcelo); Tiago Pedra (Crystopher), Silas (Karl), Rafael Tavares; Wandinho (Everton Jr), Gustavo Xuxa (Josué) e Tiago Pará. Técnico: Rafael Jaques.

Grupo D

Domingo, 15/9
Arena BSBios – 11h
Gaúcho 2 x 0 Nova Prata
Lucão 15′ 2T
Almeida 24′ 2T

Foto: Kleiton Vasconcelos
Foto: Kleiton Vasconcelos

Arbitragem: Bruno Mattos, auxiliado por Rodrigo Dahmer e Rafael dos Santos Alves.

Gaúcho: Willian Lago; Erik, Lucão, Bruno, Otávio; Maylon, Gustavo, Gabriel, Luan, Juninho e Almeida. Técnico: Fabiano Borba.

Nova Prata: Dani; Ryascos, Diego Corrales, Rodrigo Brito e Lucas Matos; Gregory, Dagoberto, Robson, Leo Acre, Ramon Campos e Makela. Técnico: Valdir Lemos.

Domingo, 15/9
Vicente Goulart – 15h
São Borja 0 x 0 Santo Ângelo

Foto: Reprodução/MyCujoo.tv
Foto: Reprodução/MyCujoo.tv

Arbitragem: Edegar Frick, auxiliado por João Carlos Pedersen e Rodrigo Duarte Moraes.

São Borja: Thierry; Eduardo (Mauricio), Nascimento, Gil e Velasquez; Bruno Domingues (Thomaz), Leylon, Chiquinho, Cleverson (Rodrigo Cercal), Laion e Lucas. Técnico: William Campos.

Santo Ângelo: Porto; Padel, Hugo, Gandon e Xaro; Jeferson Prill, Wendryl (Cristiano), Filipinho (Selthon), Patric (Robert), Lucas e Itamar. Técnico: Zica Pagliarini.

Artilharia

Internacional
Keslley – 3 gols
Matheus Monteiro – 1 gol
Pedro Ramos – 1 gol
Juliano Fabro – 1 gol
Zé Vítor – 1 gol
Caio – 1 gol
Wesley Uptmoor – 1 gol
Victor Leandro – 1 gol

Aimoré
Matheus Rodrigues – 6 gols
Anderson Canhoto – 3 gols
Alan Calbergue – 3 gols
André – 2 gols
Germano – 1 gol
Sampson – 1 gol
Pablo – 1 gol

Lajeadense
Wallace – 3 gols
Nilo – 2 gols
Roger – 1 gol
Arthur – 1 gol
Mateus – 1 gol

Grêmio
Ferreira – 1 gol
João Marcelo – 1 gol
Tontini – 1 gol

Nova Prata
Makela 2 gols
Ggol – 1 gol
Gregory – 1 gol

Gaúcho
Almeida – 3 gols
Diego Abreu – 2 gols
Gabriel – 2 gols
Rafinha Magalhães – 1 gol
Gustavo – 1 gol
Bruno 1 gol
Lucão – 1 gol

Pelotas
Giovane Gomez – 4 gols
Negretti – 1 gol
Vinícius Machado – 1 gol
Garraty – 1 gol
Wallacer – 1 gol

Cruzeiro
João Pedro – 2 gols
Eduardo – 2 gols
João Pedro – 1 gol
Benhur Mafini – 1 gol
Julio Cesar – 1 gol

Caxias
Michel – 3 gols
Tássio – 2 gols
Márcio Jonatan – 2 gols
Laércio – 2 gols
Jean – 1 gol
Marabá – 1 gol

São Borja
Laion – 3 gols
Leylon – 1 gol
Francisco – 1 gol
Jajá – 1 gol

São José
Rafael Tavares – 2 gols
Josué – 1 gol
Marcelo – 1 gol
Gustavo Xuxa – 1 gol
Éverton Júnior – 1 gol
Tiago Pará – 1 gol

Novo Hamburgo
Luan Santos – 3 gols
Bruno Vidal – 1 gol
Luan Menegaz – 1 gol

Real
Osmar – 2 gols
Davi – 1 gol
Batista – 1 gol

Novo Horizonte
Éverton – 1 gol
Maxsuel – 1 gol
Ângelo – 1 gol
Yan Petter – 1 gol

12 Horas
Luquinhas – 1 gol
Nonno – 1 gol
Michel – 1 gol

Santo Ângelo
Xaro – 2 gols
Gandon – 1 gol

Bagé
Rômulo – 2 gols
Vinícius – 2 gols
Emílio – 1 gol
Rogerinho – 1 gol
Léo Bahia – 1 gol
Wallan – 1 gol
Carlos (contra/União Harmonia) – 1 gol

Cruz Alta
Renan Berny – 2 gols
Flávio – 1 gol

Avenida
Luís Henrique – 1 gol

Internacional e Athletico-PR decidem a Copa do Brasil

0
Troféu da #FinalCopaDoBrasil (Foto: Adriano Garcia)
Troféu da #FinalCopaDoBrasil (Foto: Adriano Garcia)

Repórter Rafael Passos

O campeão da 31ª edição da Copa do Brasil será conhecido nesta quarta-feira (18), a partir das 21h30min, no Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre. Em um noite histórica, Internacional e Athletico Paranaense entram em campo para disputar o segundo jogo da final do torneio e definir com quem ficará o troféu.

No primeiro jogo, o Furacão venceu por 1 a 0, na Arena da Baixada, e tem a vantagem do empate. Como o saldo qualificado (gol marcado fora de casa) não é critério de desempate, o Colorado precisa vencer por dois gols de diferença para levantar a taça. Vitória por um gol de diferença leva a decisão do título para os pênaltis.

Troféu da Copa do Brasil (Foto: Rádio Galera)
A Copa do Brasil e a bola do jogo estão no palco da final (Foto: Rádio Galera)

Os dois clubes buscam quebrar o jejum de conquistas nacionais. Tricampeão brasileiro em 1975, 1976 e 1979, o Internacional não vence uma competição brasileira desde 1992, quando conquistou a sua única taça da Copa do Brasil. Na ocasião, superou o Fluminense na final. A equipe alvirrubra não chegava a decisão há 10 anos, quando acabou sendo derrotada pelo Corinthians.

Já o Rubro-Negro, venceu o Campeonato Brasileiro em 2001, desde então nunca mais ergueu uma taça de um torneio nacional. 12 anos depois, em 2013, o Furação foi à final da Copa do Brasil pela primeira e única vez, até aqui, mas foi batido pelo Flamengo.

Caso seja campeão, o Inter será o único time com duas conquistas da Copa do Brasil. O Athletico, por sua vez, se igualará aos gaúchos e a outros nove clubes que possuem um título cada da copa nacional. São eles: Criciúma (1991), Juventude (1999), Santo André (2004), Paulista (2005), Fluminense (2007), Sport (2008), Santos (2010), Vasco (2011) e Atlético-MG (2014).

Paolo Guerrero concorre à Bola de Ouro da Copa do Brasil (Foto: Paola Colling)
Paolo Guerrero concorre à Bola de Ouro da Copa do Brasil (Foto: Paola Colling)

Na tarde de terça-feira (17), o grupo de jogadores do Internacional encerrou a preparação para o confronto final da Copa do Brasil com o Athletico, nesta quarta-feira, às 21h30, no Beira-Rio. O técnico Odair Hellmann fechou o derradeiro treino para definir a sua equipe. A dúvida de Hellmann no seu 11 inicial é D´Alessandro, que sentiu problema muscular na coxa direita no treino de domingo e não tem sua utilização confirmada. De qualquer forma, o argentino está entre os concentrados.

Caso o camisa 10 fique fora, Wellington Silva aparece como o mais forte candidato para substituí-lo. O provável Inter para a final da Copa do Brasil tem: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Patrick, D’Alessandro (Rafael Sobis ou Wellington Silva) e Nico López; Paolo Guerrero.

Como venceu o primeiro jogo por 1 a 0, o Athletico tem a vantagem do empate para ficar com o título da Copa do Brasil (Foto: Miguel Locatelli/Site Oficial)
Como venceu o primeiro jogo por 1 a 0, o Athletico tem a vantagem do empate para ficar com o título da Copa do Brasil (Foto: Miguel Locatelli/Site Oficial)

O Furacão trabalhou pela última vez antes do embarque a Porto Alegre na manhã de terça, no CT do Caju, em Curitiba. O técnico Tiago Nunes deve mandar a campo a mesma da vitória por 1 a 0 na Arena da Baixada. O Athletico deve ser escalado com: Santos; Khellven, Bambu, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães e Léo Cittadini; Nikão, Rony e Marco Ruben.

A lista de desfalques tem o zagueiro Pedro Henrique, os laterais-esquerdo Abner Vinícius e Adriano e o meia Everton Felipe, que não podem jogar a Copa do Brasil. Completam a nominata, o lateral-direito Jonathan e o meia Bruno Nazário, que seguem em recuperação. Já o zagueiro Thiago Heleno e o volante Camacho cumprem os últimos dias de suspensão pelo caso de doping.

Internacional X Athletico Paranaense
Ficha Técnica
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: quarta-feira, 18 de setembro – horário: 21h30min (de Brasília)
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO), auxiliado por Emerson Augusto de Carvalho (FIFA-SP) e Bruno Raphael Pires (FIFA-GO): VAR: Braulio da Silva Machado (FIFA-SC), AVAR 1: Emerson de Almeida Ferreira (MG) e AVAR 2: Leone Carvalho Rocha (GO).

Provável Internacional: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Cuesta e Uendel; Rodrigo Lindoso, Edenílson, Patrick, D’Alessandro (Rafael Sobis ou Wellington Silva) e Nico López; Paolo Guerrero. Técnico: Odair Hellmann.

Provável Athletico Paranaense: Santos; Khellven, Robson Bambu, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington, Bruno Guimarães, Léo Cittadini, Nikão e Rony; Marco Ruben. Técnico: Tiago Nunes.

Com coletivo dos reservas contra a transição, Grêmio volta a treinar

0
O centroavante Da Silva marcou o primeiro gol dos reservas no coletivo contra a Transição (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)
O centroavante Da Silva marcou o primeiro gol dos reservas no coletivo contra a Transição (Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA)

Repórter Rafael Passos

Após a vitória sobre o Goiás, por 3 a 0, na Arena, pela 19ª rodada do Brasileirão, o elenco do Grêmio retomou as atividades nesta terça-feira (17), no CT Luiz Carvalho. O elenco tricolor iniciou a preparação para confronto contra o Santos, na Vila Belmiro, no próximo sábado, às 21h.

No primeiro treino da semana, o técnico Renato Portaluppi comandou coletivo do time reserva do Tricolor contra o grupo de transição, que também se prepara para a sequência da Copa Seu Verardi (Copa FGF), e principalmente para as finais do Campeonato Brasileiro de Aspirantes contra o Internacional. O resultado do trabalho foi um empate por 2 a 2. Da Silva e Luan/Luciano, de pênalti, marcaram os gols dos suplentes. Nas jogadas de bolas paradas, as cobranças sempre são repetidas. Ferreira e Mateusinho anotaram para o time Sub-23.

A boa notícia para o comandante gremista foi o retorno do zagueiro Kannemann, que não esteve presente na partida contra o Goiás. O camisa 4 sentiu dores no tornozelo e fora dos treinamentos na sexta, sábado e na partida de domingo.

Enquanto a bola rolava no gramado do CT Luiz Carvalho, os jogadores que atuaram contra o Goiás realizaram atividades específicas de preparação muscular na academia, bem como corridas no gramado.

Treinados por Renato Portaluppi, os reservas foram a campo com: Brenno; Thaciano, Rômulo, Rodrigues, Juninho Capixaba; Darlan, Luan, Pepê, Patrick, Luciano e Da Silva. Do outro lado, o técnico Thiago Gomes escalou a equipe Sub-23 com: Julio César; Felipe, Ruan, Emanuel e Kazu; Jhonata Varela, Matheus Frizzo, Jhonata Robert, Isaque, Ferreira e Joanderson.

Na oitava posição do Campeonato Brasileiro, o Tricolor Gaúcho está a quatro pontos do São Paulo, primeiro time do G-6.

Esse texto que você está lendo tem o apoio de Lealinfo 

Seleção Brasileira Sub-20 goleia novamente na Liga Sul-Americana

0
A Seleção Brasileira marcou 15 gols e sofreu um na Liga Sul-Americana Sub-19 (Foto: Reprodução/Twitter @liga_sud)
A Seleção Brasileira marcou 15 gols e sofreu um na Liga Sul-Americana Sub-19 (Foto: Reprodução/Twitter @liga_sud)

Repórter Rafael Passos

A Seleção Brasileira Feminina Sub-20 segue avassaladora na Liga Sul-Americana Sub-19. Nesta terça-feira (17), as meninas brasileiras aplicaram mais uma goleada no torneio de desenvolvimento organizado pela CONMEBOL, que está sendo disputado na Argentina.

Na partida válida pela 2ª rodada, o Brasil goleou a Bolívia, por 9 a 0, no Estádio Julio Humberto Grandona, na Argentina e chegou a duas vitória na competição.

Gols
⚽⚽ Nycole (Benfica-POR) 8´ 1T e 34´ 1T
⚽⚽ Duda (Cruzeiro) 12´ 1T e 42´ 1T
⚽⚽ Micaelly (Cruzeiro) 1´ 2T e 31´ 2T
⚽ Júlia Beatriz (Iranduba) 11´ 1T
⚽ Mylena (Avaí/Kindermann) 26´ 2T
⚽ Vitória Yaya (São Paulo) 46´ 2T

As canarinhas abriram o escore logo aos oito minutos do primeiro tempo com Nycole, atacante do Benfica de Portugal. Aos 11, Júlia Beatriz, do Iranduba, ampliou o placar para 2 a 0. Um minuto depois, a camisa 10 Duda, do Cruzeiro, fez 3 a 0.

A não parou por ai. Aos 34 minutos, Nycole anotou o quarto gol brasileiro e o seu quarto no torneio. De cabeça, Duda fez o quinto aos 42.

Na volta do vestiário, o Brasil ampliou a um minuto com Micaelly: 6 a 0. Aos 26, Mylena marcou o sétimo de cabeça. Cinco minutos depois, Micaelly, de pênalti, anotou o oitavo. Aos 46 minutos, Vitória Yaya, de 17 anos, do São Paulo, fechou o placar em 9 a 0.

Brasil: Nicole; Juliana (Vitória), Camila, Isadora (Flávia) e Gisseli (Rute); Miriam, Raquel, Micaelly e Duda (Vitória Yaya); Júlia Beatriz e Nycole (Mylena). Técnico: Jonas Urias.

Duda, a camisa 10 do Brasil, marcou dois gols contra a Bolívia (Foto: CBF/Laura Zago)
Duda, a camisa 10 do Brasil, marcou dois gols contra a Bolívia (Foto: CBF/Laura Zago)

Na próxima rodada, a seleção comandada por Jonas Urias folga e volta a jogar na sexta-feira (20). Dois dias depois, o Brasil fecha sua participação na competição contra a Argentina. Os dois jogos estão marcados para as 15h45min. Na outra partida do dia, as argentinas venceram as chilenas, por 3 a 0, com gols de Rocío Correa, Catalina Primo e Dalila Ippolito. O terceiro compromisso albiceleste será na quinta diante o Uruguai, às 15h45min.

O Brasil está no Grupo Sul, ao lado de Argentina, Bolívia, Chile e Uruguai. A outra chave da competição, o Grupo Norte, é composta por Equador, Colômbia, Peru, Venezuela e Paraguai. As líderes de cada chave e a melhor segunda colocada disputarão um triangular final, ainda sem data. O torneio é uma preparação para o Sul-Americano Sub-20, que acontece em 2020.

Rodada 3
19 de setembro
13h30 Bolívia x Chile
15h45 Argentina x Uruguai

Rodada 4
20 de setembro
13h30 Uruguai x Bolívia
15h45 Brasil x Chile

Rodada 5
22 de setembro
13h30 Uruguai x Chile
15h45 Argentina x Brasil

Esse texto que você está lendo tem o apoio de Centro Esportivo Rodrigo Mendes

Gurias do Brasil goleiam o Uruguai na estreia da Liga Sul-Americana Sub-19

0
Seleção Brasileira Sub-20 jogou contra o Uruguai no estádio do Arsenal (ARG). Foto: Laura Zago/CBF
Seleção Brasileira Sub-20 jogou contra o Uruguai no estádio do Arsenal (ARG). Foto: Laura Zago/CBF

Repórter Rafael Passos

A Seleção Brasileira Feminina Sub-20 estreou com o pé direito na Liga Sul-Americana Sub-19. Nesta segunda-feira (16), as gurias brasileiras, agora comandadas pelo técnico Jonas Urias, voltaram a atuar após um ano. Na estreia do torneio, Brasil goleou o Uruguai, de virada, por 6 a 1, no estádio Julio Humberto Grandona, casa do Arsenal de Sarandí, na Argentina. Os gols brasileiros foram marcados por Nycole (2), Jaque (2), Duda e Juliana, enquanto Esperanza Pizarro anotou para as uruguaias.

Brasil: Nicole; Juliana, Camila, Isadora e Gisseli (Rute); Jaqueline, Raquel (Yaya) e Angelina (Miriam); Micaelly (Júlia Beatriz), Duda (Vitória Bruna) e Nycole. Técnico: Jonas Urias.

As uruguaias saíram na frente logo aos nove minutos do primeiro tempo, em cobrança de falta, com Esperanza Pizarro. A Seleção empatou, aos 37 minutos, com Nycole, do Benfica, de cabeça, e virou quatro minutos depois com Duda, do Cruzeiro. O primeiro tempo terminou 2 a 1 para as brasileiras.

Na etapa complementar, a jogadora do São Paulo Jaqueline ampliou para 3 a 1, aos 16 minutos. Um minuto depois, Nycole fez o segundo dela no jogo e o quarto do Brasil. Na sequência, Juliana, do Palmeiras, aos 32, marcou o quinto e Jaque novamente, aos 40, fechou a goleada brasileira em 6 a 1.

A Liga Sul-Americana Feminina Sub-19 é uma nova competição da Direção de Desenvolvimento, por meio de seu Programa Evolução e da Divisão de Futebol Feminino da FIFA, que busca fortalecer o desenvolvimento e o crescimento do futebol feminino no continente.

A Seleção Brasileira volta a jogar nesta terça-feira (17), contra a Bolívia a partir das 13h30min (de Brasília). Na sexta enfrenta o Chile e, no domingo, a Argentina. Os dois jogos acontecem às 15h45. Na outra partida do primeiro dia da competição, a anfitriã Argentina goleou a Bolívia, por 5 a 0, com gols de Rocío Correa (2), Nicole Hain, Micaela Adorno e Dalila Ippolito. O segundo compromisso argentino será nesta terça-feira contra o Chile a partir das 15h45min.

O Brasil está no Grupo Sul, ao lado de Argentina, Bolívia, Chile e Uruguai. A outra chave da competição, o Grupo Norte, é composta por Equador, Colômbia, Peru, Venezuela e Paraguai. As líderes de cada chave e a melhor segunda colocada disputarão um triangular final, ainda sem data. O torneio é uma preparação para o Sul-Americano Sub-20, que acontece em 2020.

Rodada 2
17 de setembro
13h30 Brasil x Bolívia
15h45 Argentina x Chile

Rodada 3
19 de setembro
13h30 Bolívia x Chile
15h45 Argentina x Uruguai

Rodada 4
20 de setembro
13h30 Uruguai x Bolívia
15h45 Brasil x Chile

Rodada 5
22 de setembro
13h30 Uruguai x Chile
15h45 Argentina x Brasil

Seleção Brasileira Sub-20 jogou contra Uruguai. Foto: Laura Zago/CBF
Seleção Brasileira Sub-20 jogou contra Uruguai. Foto: Laura Zago/CBF

Esse texto que você está lendo tem o apoio de Lealinfo